CARTA DE UM PAI AMOROSO PARA O SEU FILHO PRÓDIGO



Filho;
Há momentos na vida relacional de um pai para com seu filho em que o diálogo-conselho, ideias e até mesmo o amor, parecem que de nada valem!

A alma tem suas mais variadas formas e configurações para  dar seu grito de liberdade. A alma do filho pródigo deu seu grito de liberdade,e; "se deu ao grito da liberdade", gritando aos ouvidos de seu amado pai o direito de sair de casa sem  considerar que sua abrupta decisão de "sair ", a qual seria a maneira mais inteligente e feliz de estabelecer  seu direito de ser feliz, segundo ditava seu coração insensato, era o de tentar  estabelecer  sua verdadeira identidade, nem que  implicações como: negar sua origem, natureza, caráter, qualidade (filial), sentimentos, irmãos, sensibilidades, sentido de ser e de estar, consanguinidade, lágrimas, carinho, dor e amor, ficassem num plano inferior, ou mesmo nem fossem levados em conta ! Ele não tinha ainda consciência de que, é  a partir do regaço de um pai e de uma mãe, passando por outras instâncias de afinidades  minimamente saudáveis, (irmãos, avós, tios, verdadeiros amigos...), é que se estabelece a verdadeira liberdade.  "Ninguém é alguém sozinho!"
Em minha mais sincera oração, tenho pedido ao "Pai de todo o pai” que vive e pisa esta terra, que; "sua viagem de ida para a liberdade", seja na verdade, "o retorno para a casa do amor que verdadeiramente liberta!"
Não sei mais o que dizer-te meu filho !
Segue abaixo  meu versinho para expressar o que realmente considero que irá  um dia, revelar  toda a liberdade que queres ter, e quando isso acontecer, estarei de braços abertos para lermos juntos tudo isso que te escrevi, pois tudo está gravado nas tábuas do meu coração!


RECOMEÇAR
Não importa onde você parou...
em que momento da vida você cansou...
o que importa é que sempre é possível e necessário
"Recomeçar".
Recomeçar é dar uma nova chance a si mesmo...
é renovar as esperanças na vida e o mais importante...
acreditar em você de novo.
Sofreu muito nesse período?
foi aprendizado...
Chorou muito?
foi limpeza da alma...
Ficou com raiva das pessoas?
foi para perdoá-las um dia...
Sentiu-se só por diversas vezes?
É por que fechaste a porta até para os anjos...
Acreditou que tudo estava perdido?
Era o início da tua melhora...
Pois é...agora é hora de reiniciar...de pensar na luz...
de encontrar prazer nas coisas simples de novo.
Que tal um novo emprego? Uma nova profissão?
Um corte de cabelo arrojado... diferente?
Um novo curso... ou aquele velho desejo de aprender a
pintar... desenhar... dominar o computador...
ou qualquer outra coisa...
Olha quanto desafio...
quanta coisa nova nesse mundão de meu Deus te esperando.
Tá se sentindo sozinha? besteira...
tem tanta gente que você afastou com
o seu "período de isolamento"...
tem tanta gente esperando apenas um sorriso teu
para "chegar" perto de você.
Quando nos trancamos na tristeza...
nem nós mesmos nos suportamos...
ficamos horríveis... o mal humor vai comendo nosso fígado...
até a boca fica amarga.
Recomeçar...
hoje é um bom dia para começar novos desafios.
Onde você quer chegar?
Vá alto... sonhe alto... queira o melhor do melhor...
queira coisas boas para a vida...
pensando assim trazemos prá nós aquilo que desejamos...

Se pensamos pequeno... coisas pequenas teremos...
já se desejarmos fortemente o melhor e
principalmente lutarmos pelo melhor...
o melhor vai se instalar na nossa vida.
E é hoje o dia da faxina mental...
jogar fora tudo que te prende ao passado...
ao mundinho de coisas tristes...
fotos... peças de roupa, papel de bala...
ingressos de cinema... bilhetes de viagens...
e toda aquela tranqueira que guardamos
quando nos "julgamos apaixonados..."

jogue tudo fora... mas principalmente...
esvazie seu coração... fique pronto para a vida...
para um novo amor...

Lembre-se somos apaixonáveis...
somos sempre capazes de amar muitas
e muitas vezes... afinal de contas...
Nós somos o "Amor"...
Te amo;
Papai!

BONANI

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

O QUE REALMENTE QUER DIZER O PREGADOR SOBRE ECLESIASTES 9:8?

“ATITUDES INDISPENSÁVEIS EM RELAÇÃO AO GENUÍNO EVANGELHO!” (1a parte)

RELIGIÕES DO LIVRO E A INCOERÊNCIA DA LITERALIDADE!"