"INVERSO QUÂNTICO"


Cada vez que o homem busca o "centro das coisas" explorando-o  a partir das "periferias do centro", mais ele se distância do "Centro" do seu próprio "centro interior" tornando todas as quantas-quânticas idéias, ciências, teorias e filososfias que a priori partirem desta busca,  idéias que passam a ter indefinidas, irremediáveis e inumeráveis suposições que até podem satisfazer aquele que é atraído por tais descobertas,entretanto, existencialmente, continuará sem descobrir seu próprio "Centro", revelando na verdade, a simplicidade "quântica- poética" de Caetano: ...no avesso, do avesso, do avesso,do avesso, do avesso!...


"CENTRE NISSO"!

Daquele que está descobrindo que "Universo Quântico" para Deus é "Inverso Quântico!"

Bonani

Comentários

  1. Profunda Reflexão! Mas, permita-me um pequeno adendo. Baseado na pequena alusão que fora feita, do poeta e cantor Caetano Veloso, ou seja, “O avesso, do avesso, do avesso, do avesso”.
    Humildemente, chamarei à recorrência de segmentos fônicos equivalentes ou análogos genericamente de aliterações, não importando se as mesmas estiverem no interior ou em posição terminal dos versos, como ocorre com as rimas. Vale lembrar que esse fenômeno estruturante se faz pela repetição sonora, e se produz como um ressôo um eco. E, é necessário lembrar, havendo uma ressonância ou reflexão física de um efeito acústico na matéria significante do signo (mesmo que, por definição, extrapole o campo puramente lingüístico), e sendo correta como é a definição semiótica do signo, a partir de Ferdinand de Saussure, então deve haver uma espécie de “ressôo semântico” onde houver tais aliterações. Encadeia-se, a partir desse fenômeno, um remeximento nocional, que produz uma espécie de “eco dos sentidos”.
    Nota-se a partir deste ponto, que realmente a intenção do poeta-autor, fora não propiciar algum tipo de ponto, ou centro, é exatamente “o avesso do avesso”, antecedido da rima, terminando em prosa. Sendo assim, o avesso da rima, produziu o inverso da prosa. No aspecto da física, podemos até arriscar ver uma similaridade, porque a motivação inicial que desencadeou para o aparecimento dos grupos quânticos, foi exatamente o método do espalhamento inverso quântico (Álgebras de Hopf). Quando partimos desta premissa, inevitavelmente iremos concordar com o relato bíblico, que diz: Porque tendo a lei a sombra dos bens futuros, e não a imagem exata das coisas, nunca, pelos mesmos sacrifícios que continuamente se oferecem cada ano, pode aperfeiçoar os que a eles se chegam. Heb 10:1. Neste sentido, não existirá nem verso, inverso, reverso ou avesso do avesso. Tudo mais é sombra, somente Cristo é a Realidade. Nisto consiste o Centro!
    Pense Nisto!

    ResponderExcluir
  2. Isso que é o avesso, ...do avesso...do avesso que o cérebro tende-se a sujeitar para compreender realmente os inversos quânticos do universo quântico sem Cristo...
    Bom essa ciência sem o Espírito ensinando nosso espírito é somente sombra, ... mas acredite, até "sombra" no "inverso quântico" de Deus vira "virtude", cria vida e opera milagres... ...E, respondendo o anjo, disse-lhe: Descerá sobre ti o Espírito Santo, e a virtude do Altíssimo te cobrirá com "a sua sombra"; por isso também o Santo, que de ti há de nascer, será chamado Filho de Deus. Lc 1:35.
    ... De sorte que transportavam os enfermos para as ruas, e os punham em leitos e em camilhas para que ao menos a "sombra" de Pedro, quando este passasse, cobrisse alguns deles. Atos 5:15.
    Se "assombre" com isso sem nenhuma "sombra" de dúvidas!...
    Respondeu...
    Bonani, gente,...não "assombração"!

    ResponderExcluir
  3. Assombração


    Foste um difícil começo
    Afasto o que não conheço:
    - O que? Assombração!

    Vê-lo assim Violão e banquinho,
    Macho ou fêmea, eis a questão,
    Quantificamente filosofou,
    No avesso da canção.

    Mal podia imaginar,
    Que traria inspiração,
    Inversamente quantificou,
    No avesso da canção.

    “Simplicidade” de Fernandi Saussure,
    Não arisco quantificar,
    Embora nítida influência,
    No avesso do cantar.

    Foste um difícil começo,
    Mas no inverso do teu texto,
    Perdeste um pouco do contexto,
    No tal poeta se declinar..............

    O tal, Inverso do Avesso,
    De quem não sabe, o seu “ Sexsso”, rsrsrsrs Dissonância no cantar.

    Poeta que nem tem Sombra,
    Com Cristo, não me arrisco
    O - “Simbionizar”....
    Rhan Rhan, Desculpa o arriscar! rsrsr

    Foste um difícil começo
    Afasto o que não Conheço:
    - O Que?
    Caetano Veloso: Assombração!!!


    Uma Pausa para um descafeinado rsrsrsrs


    Pensei refletir, em:


    Porque para ele, já virado
    Para o lado onde está só Deus,
    São mais que Sombra, e que Passado
    A terra e os céus.

    Fernando Pessoa,
    Este é o cara! Assombroso!


    Sugestão para leitura: Sombra Amada

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Escreva aqui seu comentário e enriqueça ainda mais o Blog com sua participação!

Postagens mais visitadas deste blog

O QUE REALMENTE QUER DIZER O PREGADOR SOBRE ECLESIASTES 9:8?

“ATITUDES INDISPENSÁVEIS EM RELAÇÃO AO GENUÍNO EVANGELHO!” (1a parte)

RELIGIÕES DO LIVRO E A INCOERÊNCIA DA LITERALIDADE!"