"ESPÍRITO DO MOVIMENTO E O MOVIMENTO DO ESPÍRITO"


As culturas, em analogia, como os organismos vivos, percorrem um ciclo predestinado de juventude, florescimento, maturidade e decadência.
Na história dos movimentos  chamados evangélicos e nas suas vertentes chamadas de avivalistas,também, em analogia, como nos organismos vivos, tais ciclos já foram experimentados em Séculos passados, principalmente na Europa do Norte e nos Estados Unidos da América.
Olhando para esse mesmo fenômeno nos dias atuais, penso que: a sabedoria nesses dias de um  considerável crescimento evangélico, não está em  se prender ao “espírito do movimento” que  se faz sentir  com seus  inumeráveis modêlos e propostas ditas evangélicas, principalmente nos países chamados de  Terceiro Mundo. Urge sim  se prender muito mais ao “Espírito em Movimento” no genuíno Evangelho, pois, Deus, usando os  ciclos da história,  tem nos ensinado que movimentos, eventos e outros fenômenos, configuram-se de ciclos, como os dos organismos vivos  que obedecem aos tempo da  juventude,florescimento, maturidade e decadência. O que ficar desses aparentes movimentos ficará apenas como mais um registro histórico como tantos outros. Aquilo que permanecerá e resistirá a tudo e a todos,como sempre foi por sua própria essência, não será o “espírito do movimento”, mas o “Movimento do Espírito!”

Quem tem ouvidos, ouça o que o Espírito diz às igrejas… Apocalipse 2:11

Quem tem o Espírito pense nisso!



Bonani

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

O QUE REALMENTE QUER DIZER O PREGADOR SOBRE ECLESIASTES 9:8?

“CANTARES”, “CANTADAS” E AS PRINCESINHAS DO REI SALOMÃO – (História pra machoxô que pensa que é Eros!)

AMIZADE: “PURÁ É A PURA!”