"ASSEMBLEIA DA REPÚBLICA. ENERGIA EÓLICA E A HIPÉRBOLE DAS OVAÇÕES"


"O vento gira uma hélice gigante conectada a um gerador que produz eletricidade. Quando vários mecanismos como esse - conhecido como turbina de vento - são ligados a uma central de transmissão de energia, temos uma central eólica. A quantidade de energia produzida por uma turbina varia de acordo com o tamanho das suas hélices e, claro, do regime de ventos na região em que está instalada."
Temos assim definida a energia eólica.


Mas você deve estar pensando: O que a Assembleia da República tem de ver com energia eólica?

Calma. Explico!...

Acompanhei em alguns momentos a transmissão televisiva dos debates na Assembleia e pude observar, não só desta vez, mas em outras também; a cada intervenção dos senhores deputados que pediam a palavra nas tribunas ou em seus assentos, a cada final de exposição, acontecia uma grande ovação das suas respctivas bancadas. Alias ovação é oque eles mais gostam de fazer com as mãos. Só é superada quando as mesmas mãos recebem o salário mensal!rs,rs,rs,rs..
Confesso-vos que não entendo porque tantas palmas em cada intervenção!
Com minha cabecinha fértil de explicações deduzi seguinte:

Se os senhores deputados que calorosamente discutiam à certa altura sobre o custo da energia elétrica em Portugal, propusessem construir "uma hélice conectada à um respectivo gerador", respeitando as "respectivas dimensões é lógico" e afixassem o tal aparato na "área central da nave da sala de reuniões da Assembleia" de tal forma que ele fosse girando em direção de encontro a cada local dos assentos de cada bancada partidária, e quando qualquer deputado falasse;assim que, ao término de sua fala, houvesse aquela calorosa ovação,a tal ponto que nesse exato momento os senhores deputados dirigissem as palmas em direção ao aparelho, de tal forma que produzissem juntos um grande e forte vento, que por sua vez movesse as hélices do aparelho e consequentemente o gerador fosse ativado! -...teríamos então, partindo da Assembleia da República a geração de energia alternativa que por sua vez distribuída no prédio, dispensaria a energia fornecida pela E.D.P e assim sendo, os senhores deputados dariam a Nação um grande exemplo de criatividade e bom desempenho de função, e ainda, de boa gestão do orçamento de Estado. Isso tudo partindo, na prática, no próprio centro da ASSEMBLEIA DA REPÚBLICA!
Mais!!!...
Portugal poderia até ser pioneiro não só na venda do Magalhães(computadorsinho)para vários países,como também, o primeiro grande inovador na venda de um programa inédito do "E.E.M.A.A.R" (energia eólica manual alternativa para outras  Assembleias da República).
Se for vendido para a Venezuela; em cada aparição do Hugo Chaves a cidade de Caracas;ficaria iluminda.Não sei se por causa das ovações sinceras ou daquelas forçosas. Mas que funcionaria, funcionaria!
-Caraças!!! (no bom calão portugues).

Às vêzes eu fico admirado com essa minha cabecinha pensante...!

Eólicamente escrevendo e com vento de inspiração para ajudar!

Bonani

Comentários

Postar um comentário

Escreva aqui seu comentário e enriqueça ainda mais o Blog com sua participação!

Postagens mais visitadas deste blog

O QUE REALMENTE QUER DIZER O PREGADOR SOBRE ECLESIASTES 9:8?

“ATITUDES INDISPENSÁVEIS EM RELAÇÃO AO GENUÍNO EVANGELHO!” (1a parte)

"A Igreja Fábrica de Gente e Suas Peças de Produção"