“CONSCIÊNCIA;...ANTIDOTO CONTRA OS DILEMAS DA ALMA!”




Agora a minha alma está perturbada; e que direi eu? Pai, salva-me desta hora; mas para isto vim a esta hora. Pai, glorifica o teu nome. Então veio uma voz do céu que dizia: Já o tenho glorificado, e outra vez o glorificarei. Ora, a multidão que ali estava, e que a ouvira, dizia que havia sido um trovão. Outros diziam: Um anjo lhe falou. João 12:27-29

Jesus foi assaltado por emoções extremas na alma!

 Jesus foi homem que sofreu dilemas na alma!

Jesus foi tentado a ficar refém de surtos pontuais e momentâneos na alma!

Jesus   era   alma e como tal  experimentou  dores dilacerantes próprias da alma!

Jesus era "homem-alma" e como todo homem, tinha "alma de homem!"
…Agora a minha alma está perturbada; e que direi eu? Pai, salva-me desta hora; mas para isto vim a esta hora. João 12:27.

Até a minha alma está perturbada; mas tu, SENHOR, até quando? Salmos 6:3

Por que estás abatida, ó minha alma, e por que te perturbas dentro de mim? Espera em Deus, pois ainda o louvarei, o qual é a salvação da minha face, e o meu Deus. Salmos 42:11  

Por que estás abatida, ó minha alma? E por que te perturbas dentro de mim? Espera em Deus, pois ainda o louvarei, o qual é a salvação da minha face e Deus meu. Salmos 43:5

 Por que estás abatida, ó minha alma, e por que te perturbas em mim? Espera em Deus, pois ainda o louvarei pela salvação da sua face. Salmos 42:5

O cap. 12.  de João, retrata  um momento chave na vida de Jesus. Na antevidência da alma, Jesus começa a penetrar na antecâmara do Calvário. Surge então as perturbações e hiperbolizações próprias da alma que começam a querer angustiar e agonizar em extremo o coração do Salvador Amado. Entretanto é a atitude consciente de  Jesus   ante a viagem às recâmaras infernais  na alma, alma essa que tenta  promover  e vender-lhe angústias, é justamente na "consciência" esmagadora de saber "ser o que ele saber ser", que são  vencidas diante dessa “consciência” lúcida", todas as demandas da alma pelo entendimento da  “Consciência Eterna!”

“Consciência, conhecimento, compreensão e percepção”, são os melhores antídotos, contravenenos, antitóxicos contra os dilemas da alma!”

O que podemos aprender com Jesus e sua consciência indomável?

 Vejamos:

CONSCIÊNCIA É  “TER SENTIDO REAL DE EXISTÊNCIA” COMO ANTIDOTO CONTRA OS DILEMAS DA ALMA!

Agora a minha alma está perturbada; e que direi eu? Pai, salva-me desta hora; mas para isto vim a esta hora. João 12: 27

A melhor resposta que podemos dar contra o fluxo angustiante que muitas vezes a alma tenta impor, é possuir a consciência  do   verdadeiro sentido real de existência;…(…para isto vim a esta hora…), ou seja; ...declarar e assumir tal qual "Jesus-alma" assumiu; ;…(…para isto vim a esta hora…),..
Devemos ter também a consciência, a percepção de que estamos aqui porque temos sentido de real existência e para isso nós viemos!

Quando nosso coração é "esclarecidamente consciente" disso, a alma fica subjugada, subordinada a um projecto maior chamado, “real sentido de vida!” (…para isto vim a esta hora…),  

CONSCIÊNCIA É “POSSUIR PROPÓSITO REAL NA EXISTÊNCIA” COMO ANTIDOTO CONTRA OS DILEMAS DA ALMA! …Agora a minha alma está perturbada; e que direi eu? “Pai, glorifica o teu nome.” João 12:28

O propósito revelado aqui  em  Jesus  era fazer a vontade do Pai! “Pai, glorifica o teu nome.” João 12:28

Quando nossas vidas são regidas por propósitos divinos excelentes, a resposta para toda questão da alma, como foi com Jesus, será a “consciência” de possuir o real sentido de vida,o qual é;… glorificar na existência o nome do Pai!

Tudo que,  em nossa vida, se converta na "consciência de que tão somente o nome do Pai deva ser glorificado", torna-se-á antídoto contra todo o dilema da alma, e converte-se-á em poder “transmutante” da própria alma em  entidade a serviço da glorificação do nome do Pai!  

CONSCIÊNCIA É “VIVER RESOLUTAMENTE NA EXISTÊNCIA” COMO ANTIDOTO CONTRA OS DILEMAS DA ALMA! Ora, a multidão que ali estava, e que a ouvira, dizia que havia sido um trovão. Outros diziam: Um anjo lhe falou. João12:29

Viver resolutamente é não ouvir nem a voz da alma, nem a voz de anjos, nem a voz de trovões, nem a voz do povo, mas somente a voz de Deus!

João deixa esse item narrativo expostoo qual  não pode ser relegado ao acaso ou mesmo desconsiderado!

 Em sua maioria, os que se dizem crentes e os que mais sofrem os dilemas da alma,  são aqueles que ao exemplo do povo, confundem a voz resoluta de "Deus-Resolução" com  outras vozes, como  as dos anjos, trovões, pastores, profetas, apóstolos, bispos, e tantas outras!

“Consciência resoluta" é ouvir somente a voz de Deus,  e  sendo assim, exorcizar toda as demandas angustiantes e dilacerantes da alma!
Jesus assim o fez e resolutamente sujeitou sua alma a  quietude resoluta de ouvir tão somente a voz de Deus!

Que seja assim também conosco!

 

BONANI

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

O QUE REALMENTE QUER DIZER O PREGADOR SOBRE ECLESIASTES 9:8?

"A Igreja Fábrica de Gente e Suas Peças de Produção"

“ATITUDES INDISPENSÁVEIS EM RELAÇÃO AO GENUÍNO EVANGELHO!” (1a parte)