“TRINTA E UMA PREOCUPAÇÕES DOS CONSIDERADOS MAIS INTELIGENTES DO MUNDO E MINHA PREOCUPANTE OPÇÃO!”


 

Todo ano, a revista online Edge — considerada "o site mais inteligente do mundo" e encabeçada pelo empresário das ciências John Brockman — pergunta aos maiores cientistas, tecnólogos, escritores e acadêmicos uma única questão. Este ano, a pergunta foi “Com o que deveríamos estar preocupados?”, e a ideia era identificar novos problemas que surgem na ciência, na tecnologia e na cultura que ainda não foram amplamente reconhecidos.

 As pessoas que responderam a pergunta deste ano foram ex-presidentes da Royal Society, vencedores do prêmio Nobel, autores famosos de ficção científica, Nassem Nicholas Taleb, Brian Eno e um monte de físicos teóricos, psicólogos e biólogos renomados. E a lista é longa. Longa mesmo. São 150 coisas diferentes que preocupam 151 dos maiores cérebros do planeta.

Li todas as 150 questões preocupantes e delas destaquei 31. Saibam porém;  …eu optei em me associar ao raciocínio que diz: “Não andeis ansiosos (preocupados) por coisa alguma; em tudo, porém, sejam conhecidas, diante de Deus, as vossas petições, pela oração e pela súplica, com ações de graças. E a paz de Deus, que excede todo o entendimento, guardará o vosso coração e a vossa mente em Cristo Jesus.” Filipenses 4:6,7.Entretanto; se lhe interessar saber  as  preocupações desses cérebros, então leia:

1-Deveríamos nos preocupar com vários Estados “modernos” que, na prática, são moldados pelo crime; Estados onde as leis são promulgadas por criminosos e, pior ainda, legitimadas através da democracia formal e “legal”. –  Eduardo Salcedo-Albarán, filósofo colombiano

2-“É possível que sejamos apenas raras manchas de consciência flutuando num insensível deserto cósmico, as únicas testemunhas de suas maravilhas. Também é possível que vivamos num oceano senciente universal, rodeados por êxtase e conflito, e que isso esteja aberto à nossa influência. Como seres sensíveis, ambas as possibilidades deveriam nos preocupar.” – Timo Hannay

3-Precisamos de instituições e normas culturais que nos façam melhores do que tendemos a ser. Me parece que o grande desafio que enfrentamos agora é construí-las. – Sam Harris, neurocientista

4-“Deveríamos nos preocupar porque a ciência ainda não chegou nem perto de entender o câncer.” – Xeni Jardin, Boing Boing

5-Que estamos nos tornando demasiadamente conectados. – Gino Segre, professor de física e astronomia

6-“O que me preocupa é que estamos cada vez mais enredados em sistemas incompetentes, isto é, sistemas que exibem comportamentos patológicos, mas que não são capazes de consertar si mesmos.” – John Naughton, editor da Edge

7-Que a internet acabe beneficiando estruturas de poder existentes, e não a sociedade em geral. – Bruce Schneier, tecnólogo da segurança

8-Que vamos ver o fim da ciência fundamental – Mario Livio, astrofísico

9-O paradoxo do progresso material. – Rolf Dobelli, jornalista e escritor

10-Que a idiocracia está próxima. – Douglas T. Kenrick, professor de psicologia

11-Armagedom. – Timothy Taylor, arqueólogo

12-“O que me preocupa é que estamos perdendo cada vez mais as pontes formais e informais entre diferentes abordagens intelectuais, mentais e humanistas de ver o mundo.” – Anton Zeilinger, físico

13-“O fato de que muitas pessoas escolhem viver de maneiras que estreitam a comunidade de destino a um conjunto muito limitado de outros e definem o resto como ameaças ao seu modo de vida e valores, é algo profundamente preocupante, essa forma contemporânea de tribalismo e as ideologias que a suportam, permitem que essas pessoas neguem completamente interdependências mútuas muito mais complexas e transversais — locais, nacionais e internacionais — e que se iludam sobre seu próprio papel na criação de ameaças a longo prazo ao seu próprio bem-estar e ao dos outros.” – Margaret Levi, cientista política

14-Que os alienígenas representem perigo para a civilização humana. – Seth Shostak, astrônomo do SETI

15-Que instituições sociais e morais da humanidade sejam sufocadas pelo processo tecnológico. – David Pizarro, psicólogo.

16-“A ilusão de conhecimento e entendimento que pode resultar de se ter informação disponível tão facilmente e sem esforço.” – Tania Lombrozo, professora assistente de psicologia.

17-Que “em uma ou duas gerações as crianças se tornem adultos incapazes de diferenciar realidade e imaginação”. – Mihaly Csikszentmihalyi, psicólogo

18-Deveríamos estar preocupados com como vamos encontrar sabedoria que nos permita navegar pelos desenvolvimentos enquanto começamos a melhorar nossa habilidade de imprimir tecido humano barato, cultivar cérebros sintéticos, ter robôs que cuidem dos nossos parentes idosos, deixar a internet educar nossos filhos.” – Luca De Biase, jornalista

19-“O aspecto mais preocupante da nossa sociedade é o baixo índice de suspeita que temos sobre o comportamento de pessoas normais.” – Karl Sabbagh, escritor e produtor de TV.

20-“Muitas pessoas se preocupam com não termos democracia suficiente no mundo; eu me preocupo que talvez nunca possamos ir além da democracia.” – Dylan Evans, CEO da Projection Point

21-Não com o crescimento populacional, mas com o crescimento da prosperidade – o prospecto de um mundo todo consumindo os recursos naturais como os norte-americanos e os ocidentais fazem. – Laurence C. Smith, professor de geografia

22-Que as autoridades e as empresas logo serão capazes de ler o cérebro das pessoas. – Stanislas Dehaene, neurocientista

23-Que o crescimento econômico seja interrompido. – Satyajit Das, especialista financeiro

24-Que não teremos um Plano B quando a internet inevitavelmente entrar em colapso. – George Dyson, historiador científico

25-A perda da nossa cognição e consciência coletivas. – Douglass Rushkoff, analista de mídia.

26-A tatuagem eletrônica no Facebook e além. – Juan Enriquez

27-Que uma grande guerra comece por causa de mudanças climáticas, escassez de recursos, drones e outros motivos imprevistos. – Steven Pinker, psicólogo.

28-Parei de me preocupar com o problema do livre-arbítrio, isso nunca se resolverá. – Howard Gardner, professor de Cognição e Educação

30-Que a ciência periga se tornar o inimigo da humanidade. – Colin Tudge, biólogo e editor da New Scientist

 31-Que seremos incapazes de viver sem internet. – Daniel C. Dennet, filósofo

 

BONANI

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

O QUE REALMENTE QUER DIZER O PREGADOR SOBRE ECLESIASTES 9:8?

“ATITUDES INDISPENSÁVEIS EM RELAÇÃO AO GENUÍNO EVANGELHO!” (1a parte)

RELIGIÕES DO LIVRO E A INCOERÊNCIA DA LITERALIDADE!"