PARA QUEM NÃO GOSTA DE PERDE UMA BOA CAMPANHA DA FOGUEIRA SANTA


    

  PARA QUEM NÃO  GOSTA DE PERDE UMA BOA   CAMPANHA DA FOGUEIRA SANTA
A fila era  enorme! Não se podia  calcular a extensão; …se fosse dizer quilométrica, seria medida insignificante, se,…“mégalométrica”; …ainda  assim era um padrão ínfimo de proporção. Olhando para aquele cena, abriu-se como uma passarela, um pavimento de proporções quânticas e inicie uma  viagem   de um mundo paralelo imaginário. Transportei-me para aquela  “fila  que era  enorme, não se podia  calcular!”
A distância, anos luz, assentado  numa   cadeira como aquelas  que se vê em um  tribunal, estava um “Ser” com uma “monumental labareda de fogo” de proporções(medida) incalculáveis! O certo era que  o   tal   “Ser”  conseguia segurá-la e controlá-la com destreza tal nunca antes vista, nem pelos melhores acrobatas de fogo dos melhores circos do mundo!
Com uma perícia jamais vista por nenhum outro ser, “Ele”, quando movimentava suas mãos, conseguia criar as mais diversas formas e modelos de coisas as quais se configuravam em Portas, Corredores, Corações, Muros, Montes, Pavimentos, Tanques, Muralhas, Chaves, Rosas, Lenços, Saleiros, "Pulpitos", "templos" e tantas outros elementos que há na terra!
Das multidões e multidões de pessoas que estavam naquela fila; …cada uma delas, sem escapar ninguém;  era envolvida, nas respectivas configurações que saiam das mãos daquele "Ser" de acordo com um sistema de avaliação que só o “Ser”  que estava  com o fogo conhecia!
 O certo é que havia pessoas que eram mergulhadas nas chamas em forma de porta, outras em forma de coração, muitas, mais muitas mesmo foram incendiadas pelas chamas em forma de chaves, e assim, obedeciam o padrão estabelecido pelo “Maravilhoso Ser”, pois, só “Ele” podia estabelecer o tal padrão e mais ninguém!
 E eu?... …Eu?  …Só consegui ouvir “quatro  tipos de barulhos, ou gritos!”.O primeiro era o do “estridente crepitar das chamas eternas”! Outro; era “o  grito desesperado” de pessoas que por vezes, vociferavam em meio ao sugar  das chamas;…mas eu fiz a campanha das muralhaaaassss! Outras; …eu das portas abertaaaaaaaaaaaaasss! Ainda outras; …fiz a  das  chaveeeessss! E assim; conforme eram lançadas, cada uma delas pronunciava um desesperador grito! Havia entretanto o terceiro tipo de barulho, era o que poucos  gritavam;…pelo sangue do Cordeiro e pelo seu testemunhoooooooooooo!!!
O certo é que ninguém desintegrou-se naquelas chamas, entretanto, percebi ; ...muitos que antes de passar pelo fogo  que aparentemente  pareciam gigantes na fé, entre elas muitos pastores, saíam absolutamente nús e um tanto decepcionados com  a performance. Outros que aparentemente eram mais contidos e anónimos em sua genuína fé, saíam com trajes festivais e coroas na cabeça, dançando e cantando um hino que só  o  tal “Ser” e eles conheciam!
Fiquei ali observando a cena!... e a fila ia  caminhando a passos largos! Foi nesse momento que ouvi o quarto grito:...
 ...Era o da minha consciência perguntando:  Quando chegar a sua vez; qual é grito que você dará e como é que você vai sair?!

“...Pois todos havemos de comparecer ante o tribunal de Cristo” (Romanos 14:10).
“Porque todos devemos comparecer ante o tribunal de Cristo, para que cada um receba segundo o que tiver feito por meio do corpo, ou bem, ou mal” (2 Coríntios 5:10).
”Mas veja cada um como edifica sobre ele. Porque ninguém pode pôr outro fundamento além do que já está posto, o qual é Jesus Cristo. E, se alguém sobre este fundamento formar um edifício de ouro, prata, pedras preciosas, madeira, feno, palha, a obra de cada um se manifestará; na verdade o dia a declarará, porque pelo fogo será descoberta; e o fogo provará qual seja a obra de cada um. Se a obra que alguém edificou nessa parte permanecer, esse receberá galardão. Se a obra de alguém se queimar, sofrerá detrimento; mas o tal será salvo, todavia como pelo fogo”. 1 Coríntios 3:11-14

BONANI

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

O QUE REALMENTE QUER DIZER O PREGADOR SOBRE ECLESIASTES 9:8?

"A Igreja Fábrica de Gente e Suas Peças de Produção"

“ATITUDES INDISPENSÁVEIS EM RELAÇÃO AO GENUÍNO EVANGELHO!” (1a parte)