BATINA , CIGARRO, NICOTINA, FRAGRÂNCIA E MINHA TRAGADA DA GRAÇA!



Há tempo  que   não mando em minha casa. Há tempo não sou dono de nada. Há tempo que a minha história a pessoal  acabou, pois foi assim que “Ele” veio, tomou conta de tudo, de tal forma que  agora, sem “Ele” eu não sou nada, e com “Ele”, eu  nada sou além “Dele” em mim!
Essa é em síntese a leitura da “Escritura-Carta” da Graça que está hospedada em minha alma!
Estou escrevendo isso porque  foi essa a reafirmação, a reedição  do espírito da Graça gritando dentro de mim e socorrendo-me em mais um dia do qual necessitei de uma intervenção sobrenatural nas demandas da minha vida!
Tive um dia sobrecarregado de notícias que chegaram ao ouvidos com potencialidades angustiantes, preocupantes e desesperadoras!  Urgentemente
 demandei um período de diálogo (oração) ao “Pai da Graça” (Mt 7:7-11).
Terminado esse período, fui até uma estante de livros que fica no quarto dos meus filhos e puxei um livro intitulado: “ O Meu Cristo de Cada Dia” do padre Virgílio Ciacco. É um livro devocional de linha católico romana da Edições Paulinas.
Esse dito livro é um presente de uma pessoa amiga que viveu uma situação pontual em sua vida, desesperadora,  daí  em eu o conhece-lo, visto que entrei na vida dele, nessa relação de amizade, nesse período.
O  livro chegou em minhas mãos em um dia que ele estava sofrendo uma grande opressão maligna  na qual pude acompanhar, orar  e ministrar sua libertação em nome de Jesus!
Tal evento marcou tanto a sua vida que ele sentiu o desejo de me dar algo de precioso que ele possuía e sendo assim, sai de sua casa com o tal livro em minhas mãos!
Acontece que esse tal amigo, é um fumador crônico e de tanto bafejar a fumaça do cigarro e lançar camadas e  camadas de nicotina, provenientes de dezenas de anos de impregnação no ar da sua sala,  que o livro veio literalmente; “baptizado em nome do cigarro, do tabaco e da nicotina!”rs,rs,rs,…
Então vocês imaginam;  ...quando eu abri o livro para ler um determinado capítulo, o cheiro da nicotina era tão compacto que me deu voltas ao estômago, entretanto consegui ler uma das devocionais: “Essa Cruz Muito Amada” e como eu necessitava de ler essa “mensagem de batina” que confortou e fortaleceu o meu coração!
Posso afirmar que; a batina do padre, a influência do cigarro, o cheiro denso da nicotina, misturados à fragrância da mensagem do Evangelho que pude receber naquela devocional, não pôde impedir   que eu desse uma poderosa “tragada da Graça” que me encheu o espírito e me  fez viajar nas  certezas das promessas do meu mestre!
Se alguém quer vir após mim, tome a sua cruz. Mateus 16:24

BONANI

Comentários

Postar um comentário

Escreva aqui seu comentário e enriqueça ainda mais o Blog com sua participação!

Postagens mais visitadas deste blog

O QUE REALMENTE QUER DIZER O PREGADOR SOBRE ECLESIASTES 9:8?

“ATITUDES INDISPENSÁVEIS EM RELAÇÃO AO GENUÍNO EVANGELHO!” (1a parte)

RELIGIÕES DO LIVRO E A INCOERÊNCIA DA LITERALIDADE!"