"SINDROME DIÓTREFESINA" . ALERTA AOS SURTADINHOS PELO PODER!

Tenho escrito à igreja; mas Diótrefes, que procura ter entre eles o primado, não nos recebe. Por isso, se eu for, trarei à memória as obras que ele faz, proferindo contra nós palavras maliciosas; e, não contente com isto, não recebe os irmãos, e impede os que querem recebê-los, e os lança fora da igreja.Amado, não sigas o mal, mas o bem. Quem faz o bem é de Deus; mas quem faz o mal não tem visto a Deus. III João vs: 9-11
Será uma doença? Um desvio de comportamento? Ou um surto do ego em construir um trono, no vaidoso e caprichoso desejo de manipular outros seres?
A Síndrome do Poder faz com que as pessoas venham a imaginar que detém um poder maior do que as outras. Muitas vezes, este poder ilusório é herdado por tradição ou pela força bruta.
Estas pessoas são inseguras e com incapacidade de serem transparentes com os seus semelhantes e com o meio em que vive, possuindo uma visão unilateral dos processos de interação. A síndrome do poder ou da cadeira é uma atitude de autoritarismo por parte de um individuo que, ao receber um poder, usa de forma absoluta e imperativa sem se preocupar com os problemas periféricos que possa vir a ocasionar. Este comportamento, surge quando aqueles que não se contentam com sua pequena parcela de poder exorbitam sua autoridade. As principais características comportamentais latentes ou aparentes de uma pessoa que sofre da SÍNDROME DO PODER são as seguintes: 1 – não aceita ser contestada; 2 – persegue aqueles que discordam dela; 3 – age com falsidade; 4 – humilha subordinados na frente de outras pessoas; 5 – manipula para conseguir seus intentos; 6 – gaba de sua posição deixando claro quem manda; 7 – não sabe liderar; 8 – considera inimigo  todos  aqueles que pensam diferente dela; 9 – possui falta de personalidade; 10 – é dissimulada.
Todas essas características acima podem ser encontradas em Diótrefes!
As pessoas que sofrem da Síndrome do Poder, geralmente, são aquelas que "vêm de baixo" e que se consideram vítimas das oportunidades profissionais e sociais. Estas pessoas, na maioria das vezes, são bajuladoras daqueles que lhe interessam, porém, no primeiro momento, puxam-lhes o tapete. São aqueles que nunca estiveram em posição de comando e quando conseguem, perdem a noção da diferença entre coordenar e mandar. São pessoas que sofreram alguma discriminação na vida ou não tiveram sucesso em seus empreendimentos pessoais ou profissionais e, agora que podem, querem “tirar o atraso”, porém, da maneira errada, ou seja; ...como sempre desejaram tanto galgar uma posição de destaque ou até mesmo invejável, agem como se pudessem tudo, não importando os outros, passando por cima de qualquer um.
Diótrefes  revela   possuir todos esse itens de tal maneira que; …o apóstolo João redargúi  sua nefasta atitude e através de uma denunciação  escrita (carta), menciona-o pelo nome, prometendo promover uma outra confrontação  na esfera pessoal, ao vivo e acores, onde traria  à luz, toda sua conduta perversa!
A Síndrome do Poder passa a ser uma patologia quando o comportamento se torna crônico, ou seja, mesmo longe do poder a pessoa quer exercer o poder que pensa que possui. Quando a realidade lhe é mostrada, mergulham em um estado depressivo obsessivo. Esta síndrome faz o "doente" ficar no mundo da lua, achando que será eterno no cargo e que nunca deixará de ocupá-lo. A pessoa se torna incapaz de admitir um erro, procurar ajuda ou se colocar numa posição de humildade para dialogar com sobriedade, coerência e sem querer impor a sua falsa autoridade para conseguir o que se pretende.
Infelizmente DIÓTREFES é um modelo para muitos, que, uma vez exercendo um “cargo de importância” na esfera comunal da Igreja, são capazes de articularem quaisquer enredos na perpetuação do poder, chegando a ter atitudes de tal grau de gravidade ao ponto de exercerem os atos mais inconsequentes, como foi o caso de colocar comprometer a conduta ministerial do próprio apostolo João!
Essa questão da "Sindrome Diótrefesina" na Igreja é tão séria que faz o ser virar outra  "entidade" caso não seja tratada e erradicada à tempo!
Segue abaixo mais alguns outros sinalizadores da "Sindrome Diótrefesina"!
AUTO-PROCEDENCIA!
São pessoas que se auto-intitulam!
Ensimesmados. Egocêntricos. Ególatras!
Não procedem de Deus. Possuem o ventre como deus e são filhos do diabo!
 OPERAM  AÇÕES PERVRSAS NO CORAÇÃO!
Diótrefes era um homem de perverso coração!
Revela uma baixíssima auto-estima que produz a eliminação de tudo e de todos que se opusessem às sua liderança!
São especialistas em manipular as palavras principalmente nos bastidores!
ATITUDES DE  CÃO DE GUARDA!
Como os cães policiais; …não recebem, não deixam e impedem todos de se aproximarem de sua área, que aliás;… já foi demarcada e não pode sofrer nenhum risco de invasão!
 “Se você quiser saber o que um homem é, coloque-o numa posição de poder.”



BONANI

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

O QUE REALMENTE QUER DIZER O PREGADOR SOBRE ECLESIASTES 9:8?

“ATITUDES INDISPENSÁVEIS EM RELAÇÃO AO GENUÍNO EVANGELHO!” (1a parte)

"A Igreja Fábrica de Gente e Suas Peças de Produção"