CONSCIÊNCIA,“NOSSO BEM MAIOR” E AS SÉRIAS ADVERTÊNCIAS SOBRE O NOME DE CRISTO!


 

E Jesus, respondendo-lhes, começou a dizer: Olhai que ninguém vos engane;  Porque  muitos virão em meu  nome, dizendo: Eu  sou o Cristo; e enganarão a muitos. MC 13:5-6
"O maior grau da perversidade não é aquele que é feito em seu próprio nome, pois tal perversidade, ainda que seja maligna, possui identidade própria e assumida. O maior grau de perversidade é aquele que além de se fundamentar no maligno, usa o nome de outro para seu próprio benefício,ou seja, de seu próprio nome! Assisto  essa última proposição como pavimento e antesala da manifestação total do anticristo nos ultimos dias!" (Bonani)

O nome de Jesus é a nossa identidade. Está acima de tudo o que se possa nomear nos céus, na terra e  debaixo  da  terra. Absolutamente  mais  alto do que instituições, templos, religiões, doutrinas, dogmas ou   obras. 
Maior do que histórias e mesmo confissões denominacionais ou agrupamentos de fé, com suas teologias ou mesmo doutrinas!

É mais excelente e poderoso que qualquer outra entidade configurada em poder, potestade, principado, anjos, apóstolos, profetas, bispos, pastores, evangelistas, ministérios,  homens, mulheres, etc. 
Maior que profecia, visão, revelação ou qualquer outra manifestação mística!

Entretanto; ...em sua declaração evangélica de cunho profético e  escatológico, Jesus revela que muitos usariam seu nome para interesses próprios nas configurações mais impias, perversas e danosas!

Olhai que ninguém vos engane; Porque  muitos virão em meu  nome, dizendo: Eu  sou o Cristo; e enganarão a muitos. MC 13:5-base de nossa reflexão é  uma advertência que  desafia e estimula nossa consciência evangélica em relação ao nome de Cristo Jesus.

CRISTO HÁ UM SÓ. NOME HÁ UM SÓ. ESPÍRITO DE CRISTO HÁ UM SÓ!
Sendo assim: Quais são os níveis de consciência que devemos ter acerca dessa verdade?


CONSCIÊNCIA DA AQUISIÇÃO,CONSERVAÇÃO E DEFESA DO NOME!

Jesus reúne seus discípulos e encarrega-os com uma séria advertência em relação ao uso do seu nome!

O nome de Cristo é a aquisição maior, é um bem adquirido.

Em relação ao aspecto  negativo do uso do nome, nossa consciência evangélica deve  reconhecer que para o genuíno discípulo, o nome é um bem adquirido que deve ocupar com toda autoridade a consciência da genuína fé!

Contrariamente ao “abuso e vulgarização” do nome, antecipado pelo próprio "Cristo" que assim seria, revela para nós,  que tal nome "Cristo"deve ser motivo de “conservação”  e “preservação!”

CONSCIÊNCIA DA MASSIFICAÇÃO  ENGANOSA  E PERVERSA   DO  USO DO NOME!

Nunca antes se assistiu uma  “massificação do uso perverso do nome” com tanta multiplicidade de interesses que não os verdadeiros interesses do Evangelho!

Jesus adverte sobre o uso massificado do seu nome e ministério  com finalidades perversas para o engano!

Há de se ter consciência de que Jesus declarou que assistiríamos esse evento!

Não nos impressionemos pelo crescimento massificado de um pseudo-evangelho, usando indevidamente o nome. Segundo a declaração de Jesus, não é "naqueles" muitos que usam o nome que se instala a verdade do Evangelho, mas sim,  "naquele"que por vêzes é "pouco" mas que "muito ama" o seu nome!
" Ele" mesmo disse: …porque muitos virão em meu nome; …e enganarão a muitos! Mc 13:6

CONSCIÊNCIA  DA   ADULTERAÇÃO E VIOLAÇÃO DO ESPÍRITO  DO NOME!

Adulterar é alterar, falsificar, corromper e  estragar!

Mesmo que seja em o nome de Cristo não é o Espírito de Cristo! Mesmo fazendo milagres em o nome de Cristo, não é o Espirito de Cristo. Mesmo que sejam muitos se fazendo Cristos, enganando a muitos que se dizem discípulos de Cristo, entretanto, não possuem o Espírito de Cristo!

Lembremo-nos da advertência do discípulo Paulo que amou até a morte o nome: Mas, ainda que nós mesmos ou um anjo do céu vos anuncie outro evangelho além do que já vos tenho anunciado, seja anátema. Assim, como já vo-lo dissemos, agora de novo também vo-lo digo. Se alguém vos anunciar outro evangelho além do que já recebestes, seja anátema. Gálatas 1:8-9

BONANI

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

O QUE REALMENTE QUER DIZER O PREGADOR SOBRE ECLESIASTES 9:8?

“ATITUDES INDISPENSÁVEIS EM RELAÇÃO AO GENUÍNO EVANGELHO!” (1a parte)

RELIGIÕES DO LIVRO E A INCOERÊNCIA DA LITERALIDADE!"