EM TEMPOS DE “ACABE” NÃO “SE ACABE!” - “Posições de Fé Para Defrontar Qualquer Crise!”


 

Então Elias, o tisbita, dos moradores de Gileade, disse a Acabe: Vive o SENHOR Deus de Israel, perante cuja face estou, que nestes anos nem orvalho nem chuva haverá, senão segundo a minha palavra. Depois veio a ele a palavra do SENHOR, dizendo: Retira-te daqui, e vai para o oriente, e esconde-te junto ao ribeiro de Querite, que está diante do Jordão. E há de ser que beberás do ribeiro; e eu tenho ordenado aos corvos que ali te sustentem. Foi, pois, e fez conforme a palavra do SENHOR; porque foi, e habitou junto ao ribeiro de Querite, que está diante do Jordão. E os corvos lhe traziam pão e carne pela manhã; como também pão e carne à noite; e bebia do ribeiro. E sucedeu que, passados dias, o ribeiro se secou, porque não tinha havido chuva na terra. Então veio a ele a palavra do SENHOR, dizendo: Levanta-te, e vai para Sarepta, que é de Sidom, e habita ali; eis que eu ordenei ali a uma mulher viúva que te sustente. Então ele se levantou, e foi a Sarepta; e, chegando à porta da cidade, eis que estava ali uma mulher viúva apanhando lenha; e ele a chamou, e lhe disse: Traze-me, peço-te, num vaso um pouco de água que beba. E, indo ela a trazê-la, ele a chamou e lhe disse: Traze-me agora também um bocado de pão na tua mão. Porém ela disse: Vive o SENHOR teu Deus, que nem um bolo tenho, senão somente um punhado de farinha numa panela, e um pouco de azeite numa botija; e vês aqui apanhei dois cavacos, e vou prepará-lo para mim e para o meu filho, para que o comamos, e morramos. E Elias lhe disse: Não temas; vai, faze conforme à tua palavra; porém faze dele primeiro para mim um bolo pequeno, e traze-mo aqui; depois farás para ti e para teu filho. Porque assim diz o SENHOR Deus de Israel: A farinha da panela não se acabará, e o azeite da botija não faltará até ao dia em que o SENHOR dê chuva sobre a terra. E ela foi e fez conforme a palavra de Elias; e assim comeu ela, e ele, e a sua casa muitos dias. Da panela a farinha não se acabou, e da botija o azeite não faltou; conforme a palavra do SENHOR, que ele falara pelo ministério de Elias. E depois destas coisas sucedeu que adoeceu o filho desta mulher, dona da casa; e a sua doença se agravou muito, até que nele nenhum fôlego ficou. Então ela disse a Elias: Que tenho eu contigo, homem de Deus? Vieste tu a mim para trazeres à memória a minha iniqüidade, e matares a meu filho? E ele disse: Dá-me o teu filho. E ele o tomou do seu regaço, e o levou para cima, ao quarto, onde ele mesmo habitava, e o deitou em sua cama, E clamou ao SENHOR, e disse: O SENHOR meu Deus, também até a esta viúva, com quem me hospedo, afligiste, matando-lhe o filho? Então se estendeu sobre o menino três vezes, e clamou ao SENHOR, e disse: O SENHOR meu Deus, rogo-te que a alma deste menino torne a entrar nele. E o SENHOR ouviu a voz de Elias; e a alma do menino tornou a entrar nele, e reviveu. E Elias tomou o menino, e o trouxe do quarto à casa, e o deu a sua mãe; e disse Elias: Vês aí, teu filho vive. Então a mulher disse a Elias: Nisto conheço agora que tu és homem de Deus, e que a palavra do SENHOR na tua boca é verdade. I Reis 17

"Acabe” foi um  rei de Israel extremamente impio. Foi pior que seus antecessores acumulando toda a sorte de perversões espirituais que provocaram a indignação divina. E fez Acabe, filho de Onri, o que era mau aos olhos do SENHOR, mais do que todos os que foram antes dele. 1 Reis 16:30.

Também Acabe fez um ídolo; de modo que Acabe fez muito mais para irritar ao SENHOR Deus de Israel, do que todos os reis de Israel que foram antes dele.1 Reis 16:33

Elias o profeta  foi o grande  opositor de Acabe e sentenciou contra o rei juízo que provocou uma grande seca que durou três anos em Israel!

Acabe também, segundo o contexto do cap. 17 de 1 Reis,prefigura seca, crise, escassez, falta, mingua, penúria, pouquidão, podridão que são elementos produzidos pelo deserto da crise!

Ou o “Acabe”(prefiguração)  nos “acaba”, nos termina, nos finda, ou; ...“acabamos” com esse  “Acabe!”

“Toda crise que se levanta para nos “acabar”, “acaba” sendo vencida pela genuína fé!”

Onde posso ter tais garantias dessa proposição?

Vejamos no ministério de Elias, nossas posições!

 TODA CRISE NA PERSPECTIVA DA FÉ É PERMITIDA PELO SENHOR!- (Não se Acabe!)

Então Elias, o tisbita, dos moradores de Gileade, disse a Acabe: Vive o SENHOR Deus de Israel, perante cuja face estou, que nestes anos nem orvalho nem chuva haverá, senão segundo a minha palavra. I Reis 17:1

A  fé perspectiva  a “crise” na esfera do entendimento, da  compreensão, da concepção, do horizonte, da visão que se alinha com a visão de Deus”.

Perspectivar na ótica da fé é dimensionar-se em Deus, na sua esperança, expectação, possibilidade e promessa.

Perspectivar a “crise”  na esfera intuitiva e anímica da fé é assistir a cena num panorama positivo dos sentidos, vistas, aparências, aspectos divinos, sabendo que se  foi Deus que a permitiu, tudo está sob seu absoluto controle!

Não deixe que o “Acabe”(crise) te “acabe”(destrua)!

A Palavra do Senhor é nossa garantia de que toda crise tem seu início, meio e fim e nós a venceremos!

A PROPORÇÃO DA CONFIANÇA DEPOSITA NO SENHOR EM MEIO À CRISE É A PROPORÇÃO DA PROVISÃO QUE SE MANIFESTARÁ NA CRISE!

Depois veio a ele a palavra do SENHOR, dizendo: Retira-te daqui, e vai para o oriente, e esconde-te junto ao ribeiro de Querite, que está diante do Jordão. I Reis 17:2-3

Elias confiou na Palavra do Senhor e proporcionalmente à sua confiança o Senhor lhe enviou o escape e a solução contra "Acabe" e contra aquela extensa seca que se instalou!

Deus sempre preparará a solução proporcional à nossa confiança!

Quanto mais cremos, mais temos!

Quanto mais semeamos nossa fé no terreno  da  confiança divina, proporcionalmente colheremos!

Ousemos confiar!

Não permitas que o “Acabe” (crise) te “acabe.” Elias creu na palavra do Senhor que lhe disse que de antemão lhe havia preparado uma saída um escape contra o “Acabe”!

CONFIAR NOS RECURSOS IMPENSÁVEIS DO SENHOR NO MEIO DA CRISE!

E há de ser que beberás do ribeiro; e eu tenho ordenado aos corvos que ali te sustentem. Foi, pois, e fez conforme a palavra do SENHOR; porque foi, e habitou junto ao ribeiro de Querite, que está diante do Jordão. E os corvos lhe traziam pão e carne pela manhã; como também pão e carne à noite; e bebia do ribeiro.  I Reis 17:4-6

A crise, a penúria, a míngua e a própria falta de chuva, não puderam minguar as águas do ribeiro de Querite.  Deus tem sempre depósitos de águas em tempos de seca!

O impensável aconteceu: “Corvos se transformaram em garçons”, ou seja; ...viraram encarregados à serviço do profeta. Se converteram em  empregados  de  mesa!

Ouse  objectivar sua fé nos recursos impensáveis de Deus e não permitas que “Acabe” te “acabe!”

 BONANI

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

O QUE REALMENTE QUER DIZER O PREGADOR SOBRE ECLESIASTES 9:8?

“ATITUDES INDISPENSÁVEIS EM RELAÇÃO AO GENUÍNO EVANGELHO!” (1a parte)

RELIGIÕES DO LIVRO E A INCOERÊNCIA DA LITERALIDADE!"