A ALMA NA UTI… ("Não sou só eu que estou percebendo essas coisas!")



Lí uma reflexão que descreve muito bem as questões das afinidades doentias que estão sendo produzidas em nosso tempo. Descrevo o texto abaixo pois  identifico-me totalmente com seu conteúdo, pois percebo todas as suas implicações que estão absolutamente configurados nos dias de hoje! Ei-lo:
Uma das maiores fontes de manutenção do amor entre os humanos, a paternidade/maternidade, está na UTI.
O mais poderoso de todos os alteradores de estado de ser e crer que existe entre os humanos, a missão de mãe, está ainda presente em um remanescente fiel, mas a árvore está cortada até a cepa.
A velhice virou 3ª idade, sem reverência e sem carinho.
A infância se tornou um show e um desfile de aquisições, de um lado, ou de mendicância, de outro.
A adolescência acontece nas câmaras virtuais, subjetivas, ausentes, autistas, em pânico energético.
A juventude se perdeu na imaturidade sem tempo pra acabar, visto que a bobagem se tornou o projeto da existência.
A vida adulta está perdida entre a inveja adolescente da juventude etária, e o pânico da inevitável 3ª idade — medo decorrente da culpa em razão de como tratam os pais envelhecidos.
E pensar que um dia João disse:
"Pais, eu escrevo para vocês porque vocês conhecem a Deus desde o principio.
Jovens, eu escrevi a vocês porque vocês são fortes, porque o amor de Deus permanece em vocês, e porque vocês têm vencido o maligno.
Filhinhos, o amor de Deus está em vocês".
Infinitamente pior do que assistir à morte do Planeta é ver todos os dias a morte do homem pela morte do amor.

Bonani





Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

O QUE REALMENTE QUER DIZER O PREGADOR SOBRE ECLESIASTES 9:8?

“ATITUDES INDISPENSÁVEIS EM RELAÇÃO AO GENUÍNO EVANGELHO!” (1a parte)

RELIGIÕES DO LIVRO E A INCOERÊNCIA DA LITERALIDADE!"