“CINCO VERDADES PATENTES SOBRE A FÉ!


 
“CINCO VERDADES PATENTES SOBRE A FÉ!

Patente é um título de propriedade. Um documento!

A fé é um título de propriedade, uma realidade que nos foi outorgada por Deus  e  que precisa  ser usufruída na mesma proporção de tal realidade, na consciência de que aquilo que foi feito na cruz, traz direitos deferidos.

A fé que é exercida como compreensão inteligente apropria-se!

FÉ É UM ELEMENTO DIVINO DE INESGOTÁVEIS POSSIBILIDADES”

Como desfrutar de tal realidade?

Vamos examinar Hebreus cap. 11:1 com a realidade que o texto revela!

 A FÉ É UM TÍTULO DE PROPRIEDADE QUE EXIGE CONHECIMENTO DE SUA DEFINIÇÃO ESSENCIAL/ORIGINAL “Ora, a fé é o firme fundamento (certeza) das coisas que se esperam e a prova das coisas que se não veem.”Hebreus 11:1

Em foco, está a palavra certeza, fundamento que no texto em grego é  πόστασις (hipostassis) que também vem de um verbo semelhante -  φίστημι- αμαι (hifistemi: colocar sob ou colocar-se sob .Assentar-se. Fundamentar-se. Alicerçar-se.Fé e isso em essência

 A FÉ POSUI  AÇÃO POLIVALENTE (Múltiplas valências)

O vocábulo πόστασις (hipostassis) aparece cinco vezes no Novo Testamento (duas vezes em II Coríntios, três vezes em Hebreus). É um substantivo de uso polivalente. Apresenta-se como base, fundamento, realidade, essência, substância, estabilidade (Hb. 1:3), constância, segurança, confiança (II Cor. 9:4). Em II Coríntios 11:17, vem a ideia de empresa no sentido de firme resolução, de audácia.

A FÉ NO ASPECTO SUBJETIVO E NO OBJETIVO

Subjetividade é o que se passa no íntimo do individuo. É como ele vê, sente, pensa  sobre algo e que não segue um padrão. É o elemento divino plantado no coração que inexplicavelmente possui essência, realidade, intuição, mantendo-se firme. Também é expressada com base sólida; garantia daquilo que se espera; atem-se àquilo que se espera no aspecto Objetivo.“Ela” move à acção e tomadas de decisão com concretude e certezas!

A FÉ COMO ESCRITURA OU INSTRUMENTO LEGAL

Como “escritura ou instrumento legal que garante a posse”.

A FÉ COMO POSSESSÃO DAQUILO QUE JÁ FOI FEITO

“Já o tipo de fé descrita em Hebreus 11:1 vai além do “Deus pode” e do ‘Deus vai”. É a fé do “Deus já fez”. Ela declara que o que você espera já aconteceu. Em vez de esperar até que o Senhor responda, ela vai à resposta e a traz.

Não foi isso o que Jesus quis dizer em Marcos 11:24? “Portanto, eu lhes digo: Tudo o que vocês pedirem em oração, creiam que já o receberam, e assim lhes sucederá“.

A fé é garantia em Cristo Jesus. É garantia  da Palavra.

“A palavra traduzida como certeza, em Hebreus 11:1, é usada, em grego, para denotar propriedade ou terras, contrato de venda. Ela diz respeito a todos os documentos relacionados à posse de uma propriedade, depositados em arquivos e que comprovam a aquisição”.

Aleluias!

 Podemos parafrasear Hebreus 11:1 da  seguinte forma: “Fé é a escritura das coisas que esperamos”  

Assim é que podemos definir, também, πόστασις (hipostassis) como título legal de propriedade daquele que nos outorgou a plena vitória quando também proclamou na Cruz do Calvário, em alto e bom som: τετέλεσται (tetêlestai) – a dívida foi quitada. Sim, Ele efetuou por nós uma eterna e garantida redenção dando-nos autonomia no campo da fé! Cf. Hebreus 9:12.

BENÇÃOS PLENAS

Bonani

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

O QUE REALMENTE QUER DIZER O PREGADOR SOBRE ECLESIASTES 9:8?

“ATITUDES INDISPENSÁVEIS EM RELAÇÃO AO GENUÍNO EVANGELHO!” (1a parte)

"A Igreja Fábrica de Gente e Suas Peças de Produção"