“IGREJA – CAUSA GAY E OS ESCONDIDOS NO ARMÁRIO!”


 
“IGREJA – CAUSA GAY E OS ESCONDIDOS NO ARMÁRIO!”

Nasci no Evangelho por obra regeneradora do Espírito Santo. Nasci como expressão comunal na Igreja Batista da  Convenção Batista Independente.

No decorrer da minha jornada no Evangelho já presenciei, auxiliei, discipulei, tanto homens como mulheres, quer seja na esfera da Igreja local como denominacional que carregavam tremendos conflitos em sua sexualidade.
Também sei que hoje, agora mesmo; ...existem muitos no meio que estão no "armário", "enrustidos", "camuflados"  quer por imposição moral, por repressão, ou mesmo; por medo de se assumirem.Tais indivíduos carregam a imensa angústia de viverem essa dualidade-religiosa-existencial!

Creio no poder do Evangelho pois é o próprio poder de Deus que pode mudar em essência qualquer natureza desassociada da verdadeira natureza  projetada pelo Criador. Romanos 1:16.

Tenho  também consciência  de que muitos   do meio evangélico tentam fugir do tema que mina o próprio meio(terreno) e que o desafio de assumir uma postura de ajuda e socorro a tais realidades   é tremendo  e por vezes, fazer vista grossa ao assunto, é a melhor opção!

Tenho também consciência que conquistar terreno nesse tema só pode ser possível com a panóplia e ministério do amor, misericórdia, compaixão e paciência imensos que só pode acontecer por obra genuína da atuação do Espírito Santo.

Tenho absoluta consciência; ...antes de termos uma posição de combate aberto contra as práticas homossexuais, apenas olhando e disparando nossos torpedos para o lado de fora através da  nossa janela do juízo sem misericórdia; ...que possamos olhar para dentro do nosso terreno e perceber  que pode estar pertinho de nós um campo minado precisando na mesma intensidade misericordiosa ser desativado pelas "mãos" regeneradoras do Espírito Santo!

Tá dito;

BONANI

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

O QUE REALMENTE QUER DIZER O PREGADOR SOBRE ECLESIASTES 9:8?

“ATITUDES INDISPENSÁVEIS EM RELAÇÃO AO GENUÍNO EVANGELHO!” (1a parte)

RELIGIÕES DO LIVRO E A INCOERÊNCIA DA LITERALIDADE!"