QUANDO SATÁNAS VIRA O "SANTANAS" DISCIPLINADOR DE CRENTE!"

 
E entre esses foram Himeneu e Alexandre, os quais “entreguei a Satanás”, para que aprendam a não blasfemar. I Tm 1:20
Geralmente se ouve que há entre vós fornicação, e fornicação tal, que nem ainda entre os gentios se nomeia, como é haver quem abuse da mulher de seu pai. Estais ensoberbecidos, e nem ao menos vos entristecestes por não ter sido dentre vós tirado quem cometeu tal ação. “Eu, na verdade, ainda que ausente no corpo, mas presente no espírito, já determinei”, como se estivesse presente, que o que tal ato praticou, Em nome de nosso Senhor Jesus Cristo, juntos vós e o meu espírito, pelo poder de nosso Senhor Jesus Cristo, Seja “entregue a Satanás”para destruição da carne, para que o espírito seja salvo no dia do Senhor Jesus. I Cor 5:1-5
E, para que não me exaltasse pela excelência das revelações, foi-me dado um espinho na carne, a saber, um “mensageiro de Satanás” para me esbofetear, a fim de não me exaltar.  Acerca do qual três vezes orei ao Senhor para que se desviasse de mim. E disse-me: A minha graça te basta, porque o meu poder se aperfeiçoa na fraqueza. De boa vontade, pois, me gloriarei nas minhas fraquezas, para que em mim habite o poder de Cristo. Por isso sinto prazer nas fraquezas, nas injúrias, nas necessidades, nas perseguições, nas angústias por amor de Cristo. Porque quando estou fraco então sou forte. II Cor 12:7-10.
Disse também o Senhor: “Simão, Simão, eis que Satanás” vos pediu para vos cirandar como trigo; Mas eu roguei por ti, para que a tua fé não desfaleça; e tu, quando te converteres, confirma teus irmãos. Lucas 22: 31-32.

O espírito investigativo  nas  escrituras deve nos proporcionar lúcidos comentários, nascidos à partir de algum evento ou declaração escriturística!
Isso também deverá servir para qualquer outro tipo de literatura, seja ela religiosa, científica, poética, filosófica, humanista, etc.

Pergunto; pois alguém em certo lugar já disse: ...perguntar não ofende!

 Como alguém que pregava a Graça com tanto afinco poderia chegar ao ponto de entregar outros a Satanás?
O que tais homens fizeram de tão sério para merecer um tratamento desses?

Acredito que o apóstolo tinha consciência do que significava  entregar com lucidez alguém à Satanás.
Digo mais: ...Existem aqueles   cujas  vidas são exposta e entregues a um tratamento mais severo para que para sua própria preservação, como também de outros, possam sair de tais disciplinas aperfeiçoados! 
Paulo sabia sabia até onde tal disciplina poderia chegar na contibuição, inclusão e salvação daqueles envolvidos , pois ele mesmo experimentou  em seu ministério  "um mensageiro de Satanás para lhe esbofetear!" II Cor 12:7-10

Por incrível que pareça, e aquilo   que vou afirmar não é heresia:
...Satanás vira servo de Deus, tanto para disciplinar, ensinar e aperfeiçoar crentes saudáveis como Paulo, como também nos casos de  um Himeneu, um Alexandre,a descrição paulina eram homens blasfemos!
A consciência que prevalece em ambos os casos é a soberania da Graça de Cristo. …a minha graça basta!…

Jesus também orou e intercedeu por um outro discípulo que posteriormente iria cair nas malhas, na peneira do inimigo;...
  Disse também o Senhor: Simão, Simão, eis que Satanás vos pediu para vos cirandar como trigo; Mas eu roguei por ti, para que a tua fé não desfaleça; e tu, quando te converteres, confirma teus irmãos. Lucas 22: 31-32.

Creio ser a “Graça de Cristo” um instrumento disciplinador que pode se  servir  até de um inimigo como instrumento de disciplina, como foi o caso de um incestuoso ou de  um Himeneu, Alexandre,Paulo,Pedro,eu,você o outro, etc!
O que é necessário refletir  não é sobre os “meios  disciplinadores”, mas como eles se tornam  “aplicativos pedagógicos” que trabalham para o bem e para a cura na nossa conversão diária,  que é a “Graça Disciplinadora para a Salvação!

No Poder do Evangelho; onde até Satanás serve para os interesses da Noiva Amada do Senhor, mesmo que seja preciso usar  “peneira, espinho, chicote,etc…”

Bonani

Comentários

  1. Bom dia amado Pastor
    Paz!
    Concordo.
    Deus é onipotente, pode todas as coisas, inclusive lançar mão de Satanás para que estejamos em conversão diária.
    Deus é também onipresente, pode estar em todas as coisas, “peneiras, espinhos, hot-dog...”.
    Deus é também onisciente, é o único que sabe todas as coisas, conhece a intenção do nosso coração, sabe o tamanho de nossa fé e sempre esta nos aperfeiçoando.
    Todas as coisas cooperam para o bem daqueles que amam a Deus. Devemos estar em comunhão para discernirmos a vontade de Deus para nossas vidas.
    Deus o abençoe.

    Moisés Araujo

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Escreva aqui seu comentário e enriqueça ainda mais o Blog com sua participação!

Postagens mais visitadas deste blog

O QUE REALMENTE QUER DIZER O PREGADOR SOBRE ECLESIASTES 9:8?

“ATITUDES INDISPENSÁVEIS EM RELAÇÃO AO GENUÍNO EVANGELHO!” (1a parte)

RELIGIÕES DO LIVRO E A INCOERÊNCIA DA LITERALIDADE!"