ENÉAS TOGNIINI



Publicarei algumas postagens onde quero dedicar minha singela homenagem à pessoas que foram extremamente influentes em minha vida. Não farei por escalas de valores ou afinidade, pois, se assim fosse, depois de Jesus, teria que escrever sobre minha querida mãe. Sobre ela relatarei quando for propício e inspirativo,pois, ainda não completei os arquivos de minha memória que mereçam um comentário à altura dessa querida serva de DEUS!
Quero dedicar a postagem de hoje a alguém que foi extremamente importante em minha vida. Foi meu professor, Diretor no Seminário Batista em São Paulo, amigo e conselheiro.
O pastor Enéas Tognini, nonagenário e paulista de Avaré, é um veterano da Igreja brasileira. Ministro de confissão batista, ele tem seu nome ligado à história da denominação e do pentecostalismo no país. Nos anos 1960, foi um dos líderes do avivamento espiritual que originou a Convenção Batista Nacional (CBN), entidade da qual foi presidente e que hoje congrega cerca de 1,5 mil igrejas em todo o país. Evangelista itinerante e plantador de igrejas, Tognini passou anos percorrendo o país semeando a obra pentecostal - sobretudo a crença no chamado batismo no Espírito Santo, experiência equivalente à narrada no Novo Testamento e que teve seu início no Dia de Pentecostes. A contemporaneidade dos dons espirituais descritos na Bíblia - falar em línguas estranhas, curar enfermos e profetizar - são uma das ênfases de Tognini, que apesar da idade avançada mantém-se lúcido e ativo na obra de Deus.
Ao longo de seu ministério, Enéas Tognini conquistou respeito e reconhecimento. Além da CBN, fundou a Igreja Batista do Povo e o Seminário Teológico Batista Nacional, ambos em São Paulo. Também desenvolveu diversas atividades docentes, tendo sido professor e orientador educacional nos meios secular e eclesiástico. Lecionou sociologia, filosofia e teologia em diversas instituições, como o Colégio Batista Brasil e a Faculdade Batista de Teologia. No campo literário, é autor de 45 livros, membro da Academia Evangélica de Letras do Brasil e preside o Conselho Administrativo da Gráfica da Bíblia, da Sociedade Bíblica do Brasil (SBB). Agraciado com o título de Cidadão Paulistano em 2002, ele vive em São Paulo com a mulher, Élia.
Aos noventa e cinco anos o pastor Enéas Tognini continua firme no chamado que o Senhor lhe deu, pregando, dando palestras e aplicando aulas em seminários teológicos como também pregando o Evangelho de Cristo em Igrejas e Congressos variados

BONANI

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

O QUE REALMENTE QUER DIZER O PREGADOR SOBRE ECLESIASTES 9:8?

“ATITUDES INDISPENSÁVEIS EM RELAÇÃO AO GENUÍNO EVANGELHO!” (1a parte)

RELIGIÕES DO LIVRO E A INCOERÊNCIA DA LITERALIDADE!"