GLOSSÁRIO ALFABÉTICO ECOLÓGICO DOS "VAMPIROS CHUPA CABRA DE CRENTE"



Glossário Ecológico Alfabético  dos  “Vampiros Chupa Cabra de Crente”

Segue abaixo em ordem alfabética o glossário Bonani Sim, Banana Não dos “Vampiros Chupa Cabra de Crente” para análise e posterior  reconhecimento da espécie!
Aproveitando o ensejo, quero informar que tal material que está agora diante dos seus olhos vai ser ampliado e desenvolvido parta ser estudado nas cadeiras de teologia.
Qualquer informação sobre o produto é só contactar-me. Terei o maior prazer em dar a aula inaugural em seu Seminário!
Segue então abaixo o palanfrório!

ADAPTAÇÃO - Acomodação de um organismo a condições adversas. Eles possuem a capacidade de se camuflarem e se adaptarem a qualquer condições ambientais para assim iniciarem o processo de captura de suas presas indefesas. Gostam principalmente do sangue de ovelhas!
ASSOCIAÇÃO - As associações são agrupamentos de espécies mais localizados e capazes de serem definidos com precisão. Ou seja: geralmente essa espécie se reúne  em Conferencias afins onde se Auto instruem e se Auto capacitam  na vampiragem! Gostam de se alojarem principalmente em Hotéis *****
AUTÓTROFOS - organismos que conseguem sintetizar substância orgânica a partir de substância inorgânica.
B
BIOCENOSE – (Grupo)-Clube dentro  de um  mesmo biótipo, cujos membros formam, em dependência recíproca, um equilíbrio biológico dinâmico. O princípio que rege suas ações: você suga o sangue das sua ovelhas e eu das minhas mas continuamos amigos e participantes do mesmo clube vampiresco!
BIOREDUTOR – O mesmo  que   decompositor. Suga o sangue até decompor totalmente a vítima. Após esse processo procura  insaciavelmente  outra vítima num ciclo interminável de decomposição em cadeia!
C
CENÓBIO - Colónia que se origina a partir de um só indivíduo. São capazes de multiplicarem-se disseminando suas implacáveis  acões vampirescas

CICLO BIOGEOQUÍMICO - Transporte de matéria nos ecossistemas, no qual os diversos elementos são constantemente reciclados. Quando a questão é dinheiro, são capazes de reciclar suas formas de atuações e proposta, do tipo campanhas, projectos, carnes, etc!

CLONE - Conjunto de seres originados de um mesmo indivíduo. Espero que não seja o seu caso!rs,rs,rs,…

COAÇÃO - É a influência que os vampiros exercem uns sobre os outros. Espero também que não seja o seu caso!

COMENSALISMO - Associação em que uma das espécies se beneficia, usando restos alimentares de outra espécie,… O prato predileto é oveha!

COOPERAÇÃO - Ocorre quando as duas espécies formam uma associação, mas esta não é indispensável, podendo cada qual viver isoladamente, mas a associação traz vantagens para ambas. No caso dos vampiros ocorre com frequência!
D
DETRITÍVOROS - Em um certo número de casos, as cadeias alimentares começam pela matéria orgânica morta e os consumidores primários são denominados detritívoros. São implacáveis nessa área e não perdoam nem os que vivem do salario mínimo ou da mirrada aposentadoria!

DISPERSÃO -Processo em que o indivíduo é passivamente transportado para outras áreas. Ocorre principalmente quando começam a levantar os  indesejáveis vampiros concorrentes!
E
ECESIS - É a capacidade de uma espécie pioneira se reproduzir numa área nova. São de uma capacidade fantástica nessa área. Cuidado podem já estar instalados no seu bairro ou rua!rs,rs,rs,…

ESPÉCIES ALOPÁTRICAS – Espécies de Vampiros que possuem distintas áreas de distribuição.

ESTENOTERMO - Vampiro que não suporta uma grande variação de temperatura, principalmente quando as  ofertas começam a cair!
F
FORESIA - Hábito de um Vampiro se fazer transportar por outro, sem haver parasitismo. Alguns até  emprestam seus jatinhos a outros!



G

GREGÁRIO - Que vive em bando. Sim, porque são bandidos mesmos!


H

HÁBITAT - Lugar onde vive essa espécie de Vampiro.

HIPOLÍMIO - Zona profunda , pouco iluminada ou mesmo inteiramente escura, pobre e cuja temperatura varia pouco durante o ano. É onde eles nascem e de onde eles vem!
I
INVERSÃO TÉRMICA - Pouco antes do por-do-sol, produz-se o fenômeno da inversão térmica, e  é   nessas condições da calada da noite que eles se manifestam!
M
MUTUALISMO Associação necessária à sobrevivência de duas espécies que se beneficiam mutuamente. Cada espécie só pode sobreviver, crescer e reproduzir-se na presença de outra. Essa é a condição mais observável entre eles!
MONÓFAGA - Espécie de parasita que só subsiste a custa de um único hospedeiro. Tem o vampiro parasita que se encosta no irmão. Eu costumo chamá-lo de “crente encosto!”

MIMETISMO - Semelhança externa, na forma ou na cor, entre uma espécie e outra, ou entre uma espécie e o meio ambiente; tal semelhança protege os miméticos contra os predadores. Esses vampiros possuem algumas características de camuflagem!

MIGRAÇÃO - Corrente de indivíduos que deixa de participar de uma população e passa a pertencer à outra população. Principalmente quando a população anterior é dizimada!rs,rs,rs,…
N
NATALIDADE - Número de nascimentos ocorrido num determinado tempo, em determinada área que serão as próximas vítimas da cadeia alimentar!
NICHO ECOLÓGICO - É o papel que o “vampiro” desempenha no ecossistema. O conhecimento de nicho ecológico permite responder às seguintes questões: como, onde e à custa de quem a espécie se alimenta, por quem é comida, como e onde descansa e se reproduz.
O

OLÍFAGAS - Espécies DE “VAMPIROS” que vivem às despesas de algumas espécies freqüentemente vizinhas umas das outras.

P
PANDEMIA - doença infecciosa transmitida pelos vampiros que atinge 100% da população.

PARASITISMO - Associação onde uma espécie (parasita)de vampiro consegue se esconder e viver dentro ou sobre outra (hospedeiro), tirando proveito para si, e prejudicando o hospedeiro.

S

SIMPÁTRICAS - Duas espécies de vampiros são simpátricas quando coabitam em uma área mais ou menos vasta, seus nichos ecológicos podem superpor-se parcialmente, ou então um pode estar totalmente incluído no outro.
SINECOLOGIA - É a parte da ecologia que analisa as relações entre os indivíduos pertencentes às diversas espécies de um grupo e seu meio. Deve ser a disciplina que o discípulo  sincero deve mais estudar para não ser vítima dos ataques desses necrófagos!

SINUSIA - São comunidades muito restritas de “vampiros” que nem por isso deixam de ser bem definidas e delimitadas no espaço.
T

TEIA ALIMENTAR - entrelaçamento vampiresco de cadeias alimentares.


Z
ZONA ABISSAL - É o ambiente de onde procedem os vampiros que se estende desde 2000 metros até maiores profundidades.

BONANI

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

O QUE REALMENTE QUER DIZER O PREGADOR SOBRE ECLESIASTES 9:8?

“ATITUDES INDISPENSÁVEIS EM RELAÇÃO AO GENUÍNO EVANGELHO!” (1a parte)

RELIGIÕES DO LIVRO E A INCOERÊNCIA DA LITERALIDADE!"