MULTIPLICAR É COM JESUS. DISTRIBUIR É CONOSCO!



Pensemos numa situação assim: alguns milhares de pessoas num lugar ermo, à tardinha, com fome, sem pão que as alimente. É uma situação crítica. O que fazer para resolvê-la?
 É exatamente essa pergunta que ocorria aos apóstolos de Jesus em situação semelhante. Uma pergunta sem resposta satisfatória.
Faltavam-lhe os recursos para comprar o pão. Faltava-lhes o pão para comprar; o lugar era deserto. Na falta de outra solução, parece-lhes certo despedir aquela gente para que cada um fosse cuidar de si, como pudesse. Não havia outro remédio, pensavam eles. Jesus , no entanto, ordenou-lhes: "Dai-lhes vós de comer". Assustados, argumentaram para provar que o que Jesus lhes determinava era algo impossível. Mesmo que houvesse ali pão para ser comprado, faltava-lhes o dinheiro para tanto. E muito dinheiro era o que lhes faltava. Jesus, porém, faz coisas que o dinheiro não faz. Tomou uns pãezinhos e uns peixes que um menino trouxera para a merenda e os multiplicou, resolvendo assim os problemas de maneira satisfatória.
Houve bastante e ainda sobrou. Aos discípulos coube o papel de fazer assentar o povo, distribuir o alimento e depois ajuntar os pedaços que sobejaram. Uma das muitas lições que aprendemos nesse incidente é esta: o que não podemos fazer, Jesus pode. Compete a nós obedecer-lhe e fazer o que podemos.
Escrito por  Pr. Carlos Alberto

BONANI


Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

O QUE REALMENTE QUER DIZER O PREGADOR SOBRE ECLESIASTES 9:8?

“ATITUDES INDISPENSÁVEIS EM RELAÇÃO AO GENUÍNO EVANGELHO!” (1a parte)

RELIGIÕES DO LIVRO E A INCOERÊNCIA DA LITERALIDADE!"